Periodontia

É a especialidade da Odontologia que previne e trata dos problemas relacionados aos tecidos de proteção e sustentação do dente, ou seja, da gengiva, ossos e ligamentos que circundam os dentes. Os sintomas mais frequentes dos pacientes que necessitam de tratamento periodontal são: sangramento gengival, desconforto e recessões nas gengivas, mau hálito, mobilidade dentária, hipersensibilidade dentinária (dor ao frio e calor). Dependendo da gravidade do problema periodontal, ele pode ser classificado como gengivite ou periodontite. Além disso, do ponto de vista cirúrgico, a periodontia pode atuar através da Cirurgia Plástica Gengival, devolvendo a estética de um sorriso.

A principal causa da doença periodontal é a placa bacteriana, que é um acúmulo de bactérias vivas e de resíduos de alimentos que se depositam sobre os dentes quando não é realizada uma boa higienização bucal. Entretanto, existem outros fatores que podem agravar a doença como fumo, estresse, alguns medicamentos, mudanças hormonais, como no caso de mulheres durante a gravidez, diabetes e outras doenças que afetam o sistema de defesa do organismo. 

Os procedimentos realizados pela Periodontia incluem:

Raspagem e Profilaxia

Corresponde à remoção de cálculo e placa bacteriana das superfícies dentais. A realização da raspagem periodontal aliada ao métodos preventivos e de orientação de higiene oral é o tratamento indicado para casos de inflamação gengival.

Aumento de coroa clínica

Para se restabelecer a normalidade dos tecidos de suporte (espaço biológico),após uma fratura do dente ou em casos de lesão de cárie muito profunda (abaixo do tecido gengival), é necessário uma cirurgia para remoção de parte da crista óssea, além da remoção de parte da gengiva. O objetivo é expor mais a coroa clínica, para uma adequada confecção da restauração ou da prótese.

Enxerto gengival

O procedimento indicado, principalmente, em casos de recessão gengival. As causas de uma recessão gengival podem ser:por escovação inadequada (tanto negligente quanto excessiva); trauma oclusal (forças excessivas sobre o dente causadas por má posição dentária ou por restaurações altas); restaurações desadaptadas na região gengival; posição alta dos freios labiais e lingual; movimentos ortodônticos realizados de maneira incorreta; dentes apinhados; pouca espessura do osso que recobre a raiz. Quando há recessão gengival a raiz do dente fica exposta causando com freqüência hipersensibilidade e comprometendo a estética do sorriso.
Regiões de implantes também podem necessitar de enxertos gengivais para uma melhor proteção mecânica ao redor dos implantes, facilitando a escovação da área - aumentando a longevidade do tratamento.

Exemplos de casos clínicos de enxerto gengival:


Gengivectomia

A gengivectomia corresponde à um procedimento da Periodontia realizado para reduzir o excessode tecido gengival ou para melhorar o contorno da gengiva. É o tipo de cirurgiaindicada para a correção do SORRISO GENGIVAL(quando paciente mostra uma grandefaixa de gengiva ao sorrir). Outra indicação é para pacientes que utilizaramaparelho ortodôntico durante muito tempo, e com isso a gengiva apresenta umcrescimento atípico.

 

Peeling Gengival ou Melanoplastia

Algumas pessoas,principalmente aqueles que possuem descendência negra e asiática, apresentammanchas escuras na gengiva, que resultam da produção de melanina por algumascélulas gengivais. Essa pigmentação pode incomodar esteticamente, por deixar osorriso escurecido. Existe um tratamento relativamente simples para essasmanchas, que gera um resultado estético bastante satisfatório: o peeling gengival.

 

 

 

Conheça os profissionais desta especialidade:

André Gustavo S. Gomes
» veja os contatos
Caroline Machado de M. Ribeiro
» veja os contatos
Denise Tavares de Morais
» veja os contatos

Odontologia Máxima
Rua 03 N° 800 - 5° andar, Ed. Office Tower
Setor Oeste - Goiânia GO
© 2011 Odontologia Máxima. Todos os direitos reservados.